Linux corrige a ‘vulnerabilidade mais grave dos últimos anos’

[ad_1]

Uma Falha de segurança de alta gravidade no Linux que permitia o acesso ao sistema operacional mal informados em uma nova realização de ações, foi revelada na feira (7). Denominada “Dirty Pipe”, ela podia até mesmo os celulares Androidde acordo com o ArsTechnica.

Descrita como vulnerabilidade de maior gravidade dos últimos anos no software de código aberto, desde que o bug “Dirty Cow” veio à tona em 2016, ela atende o Kernel Linux 5.8 e todas as versões posteriores. A exploração fácil, o erro permite a um usuário sem privilégios, alterar e inserir informações em arquivos somente para leitura, incluindo aqueles na raiz do sistema.

Leia mais…

[ad_2]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.